quinta-feira, 31 de julho de 2008

Imagem no espelho

Olho no espelho e não me reconheço
O que vejo é uma imagem distorcida
Não vejo minha alma quando olho dentro dos meus olhos
Acho que ela se cansou e partiu
E o que restou foi eu,
Simplesmente eu,
Ser de carne osso,
Sem alma,
Somente eu ...

2 comentários:

Jair disse...

oi kkkkkk
passei aqui pra te fazer uma visitinha.
bjos

The Cat in the Hat! disse...

olha só.
sabia q tinhas blog nao.
tah add.

gostei do poema.


beeijo.