domingo, 25 de julho de 2010

Depoimento

Dia 05/04 deste ano um tio meu resolveu podar uma árvore na porta de sua casa. De lá, a 6m do chão, ele caiu na calçada e bateu a cabeça.Não foi atendido da forma adequada e a demora no atendimento provocou um inchaço no seu cérebro. Após a cirurgia emergencial, ele ficou em coma. Num estado de coma profundo. Cada dia que íamos no hospital o boletim da UTI era arrasador. Nós sempre fomos muito religiosos e nesse momento de dor nós intensificamos nossas orações. Clinicamente meu tio era considerado morto. Sem a sedação ele não apresentava reações. Numa quinta-feira começaram os procedimentos para declarar morte cerebral. Eu estava na faculdade quando meu celular tocou. Quando os médicos começaram os testes aquele que era considerado morto voltou à vida! Suas pupilas reagiram, ele tossiu e respirou 3 vezes além dos equipamentos. Meu padrinho, que é médico, ligou do hospital chorando dizendo que presenciava ali um milagre. O médico que cuidou do meu tio afirmou: ele estava morto, foi milagre. Diziam que ele voltaria com sequelas. Não vimos sequelas até o momento. Diziam que ele ficaria ainda 2 meses na UTI e em algumas semanas ele estava em casa. Hoje, ele já fez a cirurgia de reposição do osso craniano e está bem em casa, em plena recuperação.
Três meses depois desse acidente, um outro tio meu atravessava uma avenida de movimento quando foi atingido por um motoqueiro. Bateu sua cabeça no capacete do motoqueiro e teve um trauma. Fez a mesma cirurgia que o outro tio fez e desde esse dia segue em coma induzido na UTI. Um coma não tão profundo como aquele, mas com sua gravidade. Ele movimenta os braços e as pernas, se agita, porém ainda respira com ajuda de aparelhos.
Muitas pessoas ouvem nosso relato e pensam que nossa família foi amaldiçoada, castigada, enfeitiçada. Nós que estamos vivendo esse momento de crise, no entanto, vemos as bênçãos de Deus. Em momento algum esmorecemos na nossa fé, pelo contrário, pudemos nos aprofundar no nosso relacionamento com Deus e Ele esteve conosco todo esse tempo, nos falando, nos indicando o caminho. Dói? Muito! Choramos várias vezes, questionamos a cruz que estamos carregando porque isso é humano! Porém nas horas em que perdemos o chão, é Deus que nos carrega em seus braços. Estamos em oração porque sabemos que a guerra será feita de muitas batalhas e que Deus está tirando muito bem de tudo isso. Aguardamos na fé que o mesmo milagre que foi feito no caso do primeiro tio vai ser realizado novamente com este outro. Onde os outros vêem maldições, feitiços e castigos, nós vemos as maravilhas que Deus tem realizado em nossas vidas. Basta afastar o olhar do problema, só assim podemos ver que o milagre segue acontecendo. É nosso dever, nós que estamos vivendo isso, de dar testemunho das maravilhas que vêm acontecendo.
Gente, Deus existe, Ele está em nosso meio, fala conosco, se dá todos os dias na Eucaristia e realiza milagres. Só não vê quem não quer! Então gente, "pedi e vos será dado"! "Procurai, enquanto ele se deixa encontrar". Em tempos de tantos pecados escandalizando o mundo, abalando a Igreja, eu reafirmo, as portas do inferno não prevalecerão sobre a Igreja!

4 comentários:

Delano Sobreira disse...

Camila, li seu depoimento um pouco emocionado. Confio no amor de Deus e tenho fé que Ele pode curar seu tio.
Orações e orações.
Delano Sobreira.

Delano Sobreira disse...

Boa tarde e seja feliz!

Camila Campos disse...

Delano Sobreira, eu vou colocar o novo depoimento, sobre como se desenrolaram os fatos depois disso.

Thiago Bizzo disse...

Camila li seu depoimento e fiquei um emocionado.
Sofro de Depressão e a apesar de acompanhamentos, terapias médicas e remédios meu organismo não reage a meu favor me deixando sempre com mal estar.
Percebi que tenho dado pouca importância a Deus,e acredito que pode ser esse o ingrediente que esteja faltando para minha melhora.

precisamos estar sempre em Orações e que seu tio seja curado igualmente como o primeiro.

Um grande abraço.

Thiago Coelho Bizzo